Mau hálito e sinusite: sinal de alerta!

29 de Outubro de 2018

Mau hálito e sinusite: sinal de alerta!

O mau hálito (ou halitose) persistente pode sinalizar uma doença. Pode indicar uma infecção ou até mesmo ser sintoma de uma patologia, e uma das doenças que podem causar o mau hálito é a sinusite.

Isso porque a sinusite pode bloqueia as vias nasais e forçam a respiração pela boca, o que provoca o ressecamento e a descamação da mucosa bucal, o que ajuda no aumento na formação da saburra lingual, uma grande inimiga do bom hálito.

Conheça agora um pouco mais sobre a relação entre sinusite e mau hálito e previna-se desse incômodo!

Sinusite o que é?

É uma doença caracterizada pela inflamação dos seios da face, região composta pelas cavidades ósseas em volta do nariz, olhos e maçãs do rosto, também chamada de rinossinusite, já que está associada tanto à face, quanto ao nariz e pode ser desencadeada por vírus, bactérias, fungos ou fatores alérgicos. Por isso, no caso da sinusite, consultar um otorrinolaringologista sempre se faz necessário.

 

Relação entre a sinusite e o mau hálito?

O mau hálito é pouco conhecido como sintoma da sinusite e algumas pessoas não conseguem fazer a conexão entre a doença e a halitose, contudo há essa relação.

A sinusite contribui para a formação da saburra lingual, que é uma placa bacteriana amarelada ou esbranquiçada que se forma na parte posterior da língua (fundo), o lugar ideal para a proliferação de bactérias anaeróbias que causam a halitose, pois é uma região pobre em oxigênio.

Saburra lingual causada pela sinusite e o mau hálito

Você já deu uma olhadinha em como anda a saúde da sua língua? Pois saiba que ela é uma das principais causas do mau hálito, e se você tem sinusite aguda ou crônica tem que prestar atenção redobrada.

Se você já tentou a higienização da língua, os bochechos com enxaguatórios bucais e outras soluções e nada deu certo, a dica é a seguinte: procure uma clínica e um profissional capacitado no tratamento da halitose, pois o mau odor pode estar interligado com causas locais ou de dentro do organismo e é necessário uma autoridade no assunto para tratá-la.

Outra opção, especialmente para quem não pode pagar um tratamento ou não reside próximo a um profissional capacitado, é o uso de um Kit de produtos desenvolvido para combater as principais causas da halitose, com eficácia comprovada por pesquisas.

Faça a correta limpeza da língua e previna o mau hálito

Uma vez que a sinusite pode causar o mau hálito devido à respiração bucal e a consequente formação de saburra lingual, que está ligada a quase 100% dos casos de halitose, é necessária uma higiene impecável para a profunda remoção da placa bacteriana presente na língua.

O objetivo não é apenas limpar superficialmente a língua e sim atingir as camadas mais profundas que se formam em meio às papilas linguais. Esse procedimento deve ser feito diariamente com o objetivo de controlar ao máximo a formação da saburra lingual, minimizando ao máximo os ricos de ter mau hálito.

Quais medidas tomar?

É importante lembrar que a higiene da língua precisa fazer parte da sua rotina e que os produtos corretos devem ser utilizados para resultados mais positivos e duradouros.

A limpeza da língua com uma técnica e produtos adequados é um dos passos mais importantes para controlar a halitose, inclusive ser for proveniente da sinusite, que claro, precisa ser atentamente cuidada para não trazer danos a sua saúde.

Portanto, é essencial que você:

  • Procure um otorrino e trate a sinusite.
  • Procure um profissional capacitado para tratar o mau hálito ou utilize produtos eficazes e que sejam registrados no Ministério da Saúde e/ou Anvisa.
Compartilhe