Mau hálito: quais as chances de êxito no tratamento

18 de Fevereiro de 2011

Mau hálito: quais as chances de êxito no tratamento

Êxito no tratatamento do mau hálitoO mau hálito (ou halitose) tem tratamento, que costuma ter resultados rápidos e efetivos. As causas da halitose conhecidas são mais de 60, e para obter um resultado satisfatório em seu tratamento, um profissional capacitado no tratamento do mau hálito deve ser consultado.

Para encontrar este profissional, consulte o site da Associação Brasileira de Halitose (ABHA) ou o site da Clínica Halitus, especializada no Tratamento do mau hálito, com mais de 6.000 tratamentos realizados.

Em minha experiência, a halitose tem aproximadamente 100% de chances de ser controlada. Casos onde os resultados deixam a desejar são raríssimos, e nestes, o mau hálito costuma ter uma melhora, mas os resultados não são os esperados, pois existe uma limitação para a obtenção dos melhores resultados. Exemplos de casos de halitose difíceis de tratar: ânsia excessiva e persistente, mesmo aplicando-se todas as técnicas possíveis para vencê-la, alterações provenientes de doenças sistêmicas crônicas (alterações hepáticas, renais ou doenças raras), etc..

Tão importante quanto o tratamento da halitose é o tratamento das alterações de comportamento que o mau hálito produz. A halitose traz inúmeras alterações comportamentais, levando quem tem mau hálito (ou acredita que tem) a se isolar, ter baixa auto estima e perder a espontaneidade e naturalidade ao falar. Assim, o tratamento deverá ter sempre 02 objetivos: BOM HÁLITO E SEGURANÇA !

Compartilhe

Comentários

Deixe seu comentário abaixo.