O Mau hálito e suas alterações de comportamento

10 de Setembro de 2010

O Mau hálito e suas alterações de comportamento

Halitose e o convívio socialUm dos problemas mais comuns no dia a dia do atendimento a pacientes com queixa em ter halitose são as inúmeras alterações comportamentais que estas pessoas desenvolvem. Por trás destas alterações encontramos a insegurança, perda da espontaneidade, naturalidade, isolamento social e baixa autoestima.

O mais impressionante é que muitas vezes as pessoas tem estas alterações, imaginando que seu mau hálito é percebido por todos, inclusive a distância, quando na realidade seu hálito é normal ou apenas levemente alterado.

Isso ocorre por diversos fatores:

1-) O principal é que as pessoas que acreditam estar com halitose cometem um grande erro, que é sofrerem caladas, sem se abrir sobre este assunto com ninguém. Quando temos um problema e não nos abrimos com ninguém, isso gera 02 agravantes: o problema tende a aumentar de proporção em nossa cabeça e ficamos sem ter noção de seu real tamanho.
Sempre que tenho a oportunidade de estar na mídia, dou este recado: se tem dúvidas se tem ou não halitose, pergunte a alguém, em quem confia, em diferentes horários, se está com mau hálito. Assim você coloca o problema em suas reais dimensões, nem maior, nem menor do que realmente é.

2-) Outro fator importante é que pessoas com alteração de paladar, como a boca amarga, tendem a acreditar que tem halitose, o que pode ou não ser real. Para isso, o ideal é fazer a checagem do hálito com alguém em quem confie ou então consultar uma clínica especializada no tratamento da halitose.

3-) Outras vezes, o que ocorre é que a pessoa teve um relato, há muitos anos atrás, que estava com halitose e desde então se retraiu e se tornou aficcionada por escovar os dentes e por produtos de higiene bucal e para mascarar o hálito. Quando esta pessoa chega para tratar seu mau hálito, ela não apresenta halitose, pois a higiene que faz é suficiente para manter a halitose sob controle mas, apresenta todas as alterações comportamentais mencionadas acima.

Existem outras situações que levam a estas alterações comportamentais, mas o importante é que tão importante quanto tratar o hálito, é tratar as alterações comportamentais para que possamos sempre alcançar 02 objetivos: Bom hálito e Segurança !!
A boa notícia é que hoje já temos um método confiável para tratar estas alterações comportamentais.

Compartilhe

Comentários

Deixe seu comentário abaixo.