Mau hálito e o uso de antibióticos em seu tratamento

06 de Setembro de 2010

Mau hálito e o uso de antibióticos em seu tratamento

O uso errôneo de remédios para tratar halitoseMuitos profissionais ainda utilizam antibióticos para tratar o mau hálito.

Como a halitose, especiamente a de origem bucal, é causada por placas bacterianas localizadas na língua e amígdalas (saburra lingual e cáseos amigdalianos), se um antibiótico específico for ministrado, a halitose poderá desaparecer pelo período de uso da medicação.

Entretanto, se as causas que originam o mau hálito não forem adequadamante controladas, assim que o antibiótico não estiver mais fazendo efeito, a halitose prontamente reaparecerá.

As bactérias que provocam a halitose de origem bucal fazem parte dos microorganismos que normalmente habitam a cavidade bucal.
Estas bactérias só irão aumentar em número se encontrarem fatores que favoreçam a sua multiplicação, como por exemplo, o aumento na descamação de células (pedacinhos de pele microscópicos) dos lábios e bochechas, que servirão de substrato (alimento) a estas bactérias.
Neste caso, o mau hálito aparecerá devido a estas bactérias degradarem estas pelezinhas, liberando gases de enxofre nesse processo, que irão dar ao hálito o odor alterado.

Em mais de 4.000 tratamentos, nunca tive de utilizar antibióticos para tratar um único caso de halitose.

Somente em raros casos, onde encaminhei o paciente para tratamento periodontal (tratamento das doenças da gengiva), o especialista nesta área (periodontista) ocasionalmente optou por criteriosamente utilizar antibióticos, pois são necessários em determinados casos de periodontite (doença que acomete os tecidos que envolvem e dão suporte aos dentes), que também é uma causa de mau hálito de origem bucal.

O conceito do tratamento da halitose de origem bucal na maioria dos casos é de higiene local, ou seja, controlar os focos diretos onde os odores são originados e também, tratar as causas indiretas de formação destes focos, que indiretamente geram o mau hálito.

A mais grave consequência que o uso indiscriminado de antibióticos pode trazer é o desenvolvimento de super bactérias, que se tornam resistentes a estas medicações.

Assim, se algum profissional quiser tratar do seu mau hálito utilizando antibióticos, sugiro que você ouça uma segunda opinião, consultando um profissional capacitado no tratamento da halitose.

Compartilhe