Como prevenir?

A halitose tem solução! Conheça 10 dicas para conquistar um hálito fresco e agradável:

1.   Realize diariamente, após as refeições, uma boa higienização dos dentes com o uso do fio-dental e escova macia. É muito importante a prevenção às doenças, ou seja, aprender a técnica correta de escovação com o cirurgião dentista ou com um(a) TSB (técnico em saúde bucal), profissão até recentemente denominada THD (técnica em higiene bucal).

2.   Para portadores de doenças da gengiva (doença periodontal e gengivite) ou para quem usa aparelho ortodôntico ou próteses removíveis ou totais recomenda-se a utilização de escovas especiais e técnica de escovação especializada ensinada pelo cirurgião dentista ou por uma TSB (técnica em saúde bucal).

3.   Fazer a limpeza da língua delicadamente com uma técnica adequada, que deve ser selecionada de acordo com o seu grau de formação de saburra lingual. Os produtos para realizar esta técnica, você encontra na Loja eletrônica dos Produtos Halitus (www.halitofresco.com.br), na sessão de limpeza da língua.

4.   Fazer refeições regulares, a cada 4 horas, dando preferência a alimentos fibrosos, para estimular uma maior produção de saliva.

5.   Tomar no mínimo 2 litros de líquido diariamente, pois isso aumenta a produção de saliva e hidrata o organismo e a boca, prevenindo a formação de placa bacteriana.

6.   Não utilizar enxaguatórios bucais com álcool, que ressecam a boca e induzem a formação de placa bacteriana.

7.   Escolher enxaguatórios e produtos, como os que são utilizados nos  Kits de produtos Halitus, também a venda na loja Halitus (www.halitofresco.com.br), que tenham comprovação científica sobre as principais causas da halitose.

8.   Controlar seu nível de estresse com alimentação saudável, exercícios físicos regulares e uma rotina de lazer e/ou relaxamento.

9.   Se ocorrer sangramento em sua gengiva ao escovar os dentes ou utilizando o fio dental, procurar um Cirurgião Dentista. Se o problema for somente a Gengivite, aprender a técnica correta de escovação com o cirurgião dentista ou com uma TSB (técnica em saúde bucal) resolverá o problema; entretanto, se houver doença periodontal, é fundamental procurar ajuda especializada, com um especialista em Doenças da gengiva (Periodontista). Neste caso, utilizar escovas de dentes para uma higiene avançada, também à venda no site www.halitofresco.com.br.

10.   Evitar o consumo excessivo de alimentos que possam alterar o odor do hálito (alimentos odoríferos):

  • alimentos com alto teor de proteína e gordura animal (salame, mortadela, etc.);
  • alimentos com alto teor de enxofre (repolho, couve flor, etc., além de alho e cebola crus ou em excesso);
  • Evitar o consumo excessivo de café e de bebidas alcoólicas, especialmente se estiver estressado(a) ou ansioso(a).

O texto desta página é de autoria do Dr. Maurício Duarte da Conceição; caso exista interesse em sua reprodução, entre em contato ou coloque como fonte do texto reproduzido uma referência ou link ao site www.mauhalito.com.br.

No vídeo abaixo, assista a Dra. Luciana Marocchio, da Clínica Halitus, no Programa do Ratinho, falando sobre a prevençao da halitose.

Observação: Caso tenha uma conexão de internet lenta, deixe o vídeo ser carregado e exibido inteiramente até o final, mesmo que lentamente, para que em seguida, ao ser novamente exibido, a exibição ocorra sem interrupções.

Publicado em: 01/09/2009

Autor: Dr. Maurício Duarte da Conceição

Fonte: Mau Hálito

Últimas Notícias

Newsletter


Cadastre-se em nosso site para receber novidades em seu e-mail.

Entre em contato


Entre em contato
  • Mau hálito - Twitter

    Siga-nos no Twitter.

  • Mau hálito - Facebook

    Curta nossa página
    no Facebook.

©Copyright 2014 - Todos os direitos reservados.
Trimbo Marketing